CIRCUS produções culturais
english
CIRCUS produções culturais
contato@circusproducoes.com.br
55 11 2528 4732

PORTFÓLIO

OLIVIER TONI

Ele tem 88 anos e lança hoje seu primeiro CD, em concerto no SESC Consolação. Não estamos falando de um músico que descobriu o talento tardiamente ou que teve a primeira oportunidade somente agora. O álbum Só isso e nada mais, que chega às lojas por iniciativa do Selo SESC, leva a assinatura do maestro, professor e compositor Olivier Toni, fundador do Departamento de Música da USP e da Escola Municipal de Música. O currículo do maestro Olivier Toni também soma a criação da Orquestra de Câmara da USP, da Sinfônica Jovem Municipal, hoje Experimental de Repertório, e a formação musical de nomes como Cláudio Cruz, Willy Corrêa de Oliveira, Mário Ficarelli e Gilberto Mendes.

FICHA TÉCNICA

Produção: Circus Produções

JUSSARA SILVEIRA & MORENO VELOSO

Juntos o tempo inteiro, Jussara e Moreno Veloso fazem canções em solos e duos, acompanhados de banda formada por Carlos Pontual (violões e direção musical), Davi Mello (violão), Alex Rocha (baixo) e João Bani (percussão) formam a banda de acompanhamento. A primeira incursão de Jussara Silveira pela obra caymmiana foi em 1998, quando ela lançou o disco 'Canções de Caymmi', pelo selo Dubas Musica, de Ronaldo Bastos. Espécie de laboratório para ela entrar nesse universo, o disco foi eleito um dos melhores do ano, funcionando como espécie de passaporte para ela entrar no seleto time de intérpretes do mestre.

FICHA TÉCNICA

Produção: Circus Produções

MARIANA DE MORAES

O trabalho de Mariana de Moraes está associado à sofisticação e tradição de nossa música, com destaque para o Samba e a Bossa Nova. Fruto do amadurecimento de sua carreira na música, teatro e cinema, "Desejo" abre portas para novas influências contemporâneas e busca estabelecer um diálogo que vai além de um estilo musical. Renovar sem negar, inovar sem perder de vista a qualidade e a tradição, surpreender com qualidade e sensibilidade projetando a experiência musical para além das fronteiras já delimitadas. 

FICHA TÉCNICA

Voz: Mariana de Moraes

Bateria: Marcelo Costa

Baixo: Augusto DELLAGERESI

Piano/Teclado: Marcelo Rossi de Miranda  

Acordeon: Alessandro Kramer Rodrigues 

Produção: Circus Produções

RENATA ROSA & EMILY LOUZEAU

A cantora e rabequeira brasileira Renata Rosa e a compositora, pianista e cantora franco-britânica Emily Loizeau desconstruíram os limites geográficos de seus trabalhos para traçar diálogos universais e inéditos, entre as tradições musicais pernambucana e europeia contemporânea. Nesse caldeirão sonoro, misturam-se as polifonias indígenas do Baixo São Francisco, o maracatu, o coco, o cavalo-marinho, a música árabe e do Leste Europeu, a chanson française, a folk music, o jazz e a música clássica.

FICHA TÉCNICA

Produção: Circus Produções

MÔNICA SALMASO & ZÉ MIGUEL WISNIK TRIO

Pela primeira vez juntos em São Paulo, Mônica Salmaso e Zé Miguel Wisnik apresentaram um espetáculo inédito nos dias 2 e 3 de agosto no Teatro do SESC Belenzinho.

Mônica Salmaso escolheu a dedo um fino repertório do compositor, cantor e ensaísta Zé Miguel Wisnik para brindar as centenas de fãs num espetáculo repleto de canções que já foram interpretadas por Elza Soares, Zizi Possi, Jussara Silveira, Na Ozzetti, Zélia Duncan, Caetano Veloso, Celso Sim, Luiz Tatit e pela própria Mônica Salmaso.

FICHA TÉCNICA

Mônica Salmaso: voz

Zé Miguel Wisnik: voz e piano

Márcio Arantes: baixo acústico, baixo elétrico e vocal

Sérgio Reze: bateria

02 e 03dez2012 - Teatro do Sesc Belenzinho, São Paulo (SP)

Circus Produções Culturais: Produção executiva

COMITIVA DE SÃO BENEDITO DA MARUJADA DE BRAGANÇA

Projeto Sonora Brasil– Sagrados Mistérios Vozes do Brasil

Comitiva é a denominação dada para grupos de foliões que peregrinam com a imagem da São Benedito, cantando folias, rezando ladainhas e visitando casas de promesseiros em grande parte da região Nordeste do Estado do Pará, chegando até cidades do Maranhão. Com a finalidade de apresentar as músicas instrumentais que acompanham a dança da Marujada em dezembro, Mestre Zito, rabequeiro oficial da Marujada de Bragança, e Júnior Soares, cantador, banjista e violonista, pesquisador da cultura amazônica, se integram ao grupo para apresentarem os seis ritmos típicos da celebração: a roda, o retumbão e o chorado (afro-brasileiros); a mazurca, o xote e a contradança (europeus).

FICHA TÉCNICA

Mestre Zezinho Brito – cantador e rezador

Rafael Almeida, Waldir Santos e Nazareno Nascimento, cantadores e percussionistas (tambor, pandeiro, reco-reco e a onça (cuíca grave)

20nov2012 - Sesc Santo André (SP)

21nov2012 - Sesc Piracicaba (SP)

22nov2012 - Sesc São José dos Campos (SP)

23nov2012 - Sesc Campinas (SP)

Circus Produções Culturais: Produção Executiva

CAIXEIRAS DO DIVINO - MARANHÃO

Projeto Sonora Brasil– Sagrados Mistérios Vozes do Brasil

Dona Maria Rosa, Dona Maria de Jesus, Dona Zezé de Iemanjá, Dona Rosa Barbosa e Dona Rosa Dias, as caixeiras do Divino de São Luis do Maranhão, apresentarão as várias etapas do festejo através de seus respectivos cânticos, acompanhados das caixas. O canto, ora em uníssono ora a duas vozes, pode apresentar variações na melodia principal, como ocorre tradicionalmente nas práticas da tradição oral, e suas características interpretativas traduzem a força alcançada pela relação de devoção ao Divino Espírito Santo.

FICHA TÉCNICA

Vozes: Dona Maria Rosa, Dona Maria de Jesus, Dona Zezé de Iemanjá, Dona Rosa Barbosa e Dona Rosa Dias

28ago2012 - Sesc Santo André (SP)

29ago2012 - Sesc Piracicaba (SP)

30ago2012 - Sesc São José dos Campos (SP)

31ago2012 - Sesc Campinas (SP)

Circus Produções Culturais: Produção Executiva

MARCELO JENECI E ERASMO CARLOS

Marcelo Jeneci sempre se assumiu um grande fã de Erasmo Carlos. Em diversas entrevistas, Jeneci comentou sobre a inspiração que a obra de Erasmo lhe trouxe para compor as canções de Feito pra Acabar, seu álbum de estreia lançado em 2010. No ano de 2012 Jeneci realizou seu sonho, e pôde dividir o palco com seu grande ídolo, no Sesc Pompeia, em São Paulo. Nos dias 03 e 04, Tremendão e Marcelo cantaram juntos sucessos de suas carreiras. Erasmo, um dos grandes nomes do rock nacional em todos os tempos, tocou seus grandes sucessos e algumas canções de álbum mais recente, "Sexo". Já Jeneci mostrou "Feito Pra Acabar," seu disco de estreia, que conquistou Erasmo.

FICHA TÉCNICA

Marcelo Jeneci – voz, piano, teclados, sanfona e violão

Laura Lavieri – voz

Estevan Sinkovitz – guitarra e bandolim

João Erbetta – guitarra e violão

Régis Damasceno – baixo

Richard Ribeiro – bateria

Erasmo Carlos – Participação Especial

Verônica Pessoa e Ana Paula Veríssimo – produção Marcelo Jeneci

Cinthia Albuquerque – produção Erasmo Carlos

Carlos Augusto Ruocco – Direção de produção

03 e 04ago2012 - SESC Pompeia São Paulo (SP)

Circus Produções Culturais – Produção Executiva

CONGO PANELA DE BARRO

Projeto Sonora Brasil– Sagrados Mistérios Vozes do Brasil
A Banda de Congo Panela de Barro é formada pelas cantadeiras Ruth Victor, Teresa Barbosa, Emília Ferreira e Maria Conceição e se apresentam com o Mestre Valdemiro Sales e o percussionista Marcos Pereira. As apresentações apresentam características próprias em cada local, mas está sempre associada a um naufrágio ocorrido no litoral capixaba, quando um grupo de escravos se salvou agarrado a um mastro que trazia uma imagem de São Benedito. Reza a lenda que, a partir de então, as comunidades de negros do litoral do estado passaram a “fincar o mastro” todos os anos em agradecimento ao milagre.

FICHA TÉCNICA

Cantadeiras - Ruth Victor, Teresa Barbosa, Emília Ferreira e Maria Conceição

Mestre Valdemiro Sales e Marcos Pereira - percussões

31jul2012 - Sesc Santo André (SP)

01ago2012 - Sesc Piracicaba (SP)

02ago2012 - Sesc São José dos Campos (SP)

03ago2012 - Sesc Campinas (SP)

Circus Produções Culturais: Produção Executiva

QUARTETO COLONIAL

Projeto Sonora Brasil– Sagrados Mistérios Vozes do Brasil
Um dos grupos vocais brasileiros de maior destaque na música clássica da atualidade, o Quarteto Colonial, formado por cantores com vasta experiência no panorama da música de concerto carioca, foi idealizado pela Maestrina Maria Aida Barroso, em 2003, com a finalidade inicial de divulgar a obra a cappella do Padre José Maurício Nunes Garcia. O quarteto vocal apresentou-se pela primeira vez no encerramento do Festival de Música Sacra de Paraty, e durante os anos seguintes realizou o concerto A Música da Real Capela do Rio de Janeiro, com peças do Padre Mestre, em diversas salas de concerto do Brasil. No Rio de Janeiro já se apresentou nos principais espaços culturais, tendo sido convidado a abrir importantes séries de concertos, como Brasiliana da Academia Brasileira de Música, Projeto Candelária e Quintas com Música da Fundação Eva Klabin.

FICHA TÉCNICA

Doriana Mendes, Daniela Mesquita, Noeli Mello, Geilson Santos e Luiz Kleber Queiroz

26jun2012 - Sesc Santo André (SP)

27jun2012 - Sesc Piracicaba (SP)

28jun2012 - Sesc São José dos Campos (SP)

29jun2012 - Sesc Campinas (SP)

Circus Produções Culturais: Produção Executiva

MARCELO JENECI

Apresentação do show Feito Pra Acabar, de Marcelo Jeneci, lançamento de álbum homônimo. O compositor e multiinstrumentista Marcelo Jeneci lança seu aguardado álbum de estréia, “Feito Pra Acabar”, com produção de Kassin e arranjos de orquestra de Arthur Verocai, em turnê pelo Brasil em 2011. A banda que acompanha Jeneci no palco é formada por Laura Lavieri (voz), Regis Damasceno (baixo), Estevan Sinkovitz (guitarra), João Erbetta (guitarra) e Richard Ribeiro (bateria). A Semana Universitária Mocoquense, mantendo sua tradição de mostrar músicas de novos artistas, realizou no Teatro Municipal de Mococa, em parceria com o SESC São Carlos e com a Circus Produções, o show “Feito Pra Acabar” com Marcelo Jeneci e uma banda com grandes músicos da geração desse artista.

FICHA TÉCNICA

Marcelo Jeneci - voz, piano, sanfona , violão de aço e rhodes

Laura Lavieri - voz

Regis Damasceno - baixo

Estevan Sinkovitz - guitarra

João Erbetta - guitarra

Richard Ribeiro - bateria

Som - Vitor Paranhos

Luz - Alessandra Domingues

Roadie - Fábio Jeneci

Produção Executiva - Ana Paula Veríssimo

Pessoa Produtora

16 e 17nov2010 – Teatro do Sesc Vila Mariana São Paulo (SP)

29nov2010 – Teatro Anchieta – Sesc Consolação São Paulo (SP)

25ago2011 – Teatro Sesc Sorocaba São Paulo (SP)

09set2011 – Teatro do Sesc Bom Retiro São Paulo (SP)

18nov2011 – Teatro Municipal "PEDRO ANGELO CAMIN” Mococa (SP)

18mai2012 – Teatro do Sesc Santo André Santo André (SP)

28mai2012 – Comedoria do Sesc Belenzinho São Paulo (SP)

Circus Produções Culturais: Produção Executiva

ZÉLIA E ARTHUR

Em março de 2012 o SESC Pompéia recebeu um encontro pra lá de inusitado. E inédito na cidade de São Paulo. A cantora Zélia Duncan e o diretor artístico da Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo, o violonista e compositor Arthur Nestrovski, fizeram um espetáculo de voz e violões, com um repertório recuperando algumas das canções cantadas em 2007, quando os artistas criaram juntos o show “Na linha de Cartola” em Porto Alegre. Além de Cartola, outras músicas, que englobam trabalhos individuais e obras-primas do cancioneiro norte-americano e clássicos da música brasileira fizeram parte do repertório do show tais como "One Day I’ll Fly Away" (Joe Sample/ Will Jennings), "Quisera Eu" (Lulu Santos/ Zélia Duncan), "Acontece" (Cartola), "Quem Há de Dizer" (Lupicínio Rodrigues/ Alcides Gonçalves), "Rosa" (Pixinguinha/ Otávio de Souza), "As Rosas Não Falam" (Cartola) e "Capitu" (Luiz Tatit).

FICHA TÉCNICA

Zélia Duncan – voz

Arthur Nestroviski - violão

17 e 18mar2012 - Sesc Pompeia, São Paulo (SP)

Circus Produções Culturais: Produção executiva

MARCELO JENECI E TULIPA RUIZ

Realização do show “Marcelo Jeneci e Tulipa Ruiz” no evento CULTURA LIVRE SP, realizado no dia 12 de novembro de 2011 no Parque Villa Lobos. O show teve repertório baseado no primeiro álbum do cantor, músico e compositor Marcelo Jeneci e contou com participação especial da cantora Tulipa Ruiz.

FICHA TÉCNICA

Marcelo Jeneci - voz, piano, sanfona, violão de aço e rhodes

Laura Lavieri - voz

Regis Damasceno - baixo

Estevan Sinkovitz - guitarra

João Erbetta - guitarra

Richard Ribeiro - bateria

Participação Especial: Tulipa Ruiz

Pessoa Produtora

25jun2011 - Sesc Osasco São Paulo (SP)

12nov2011 - Parque Villa Lobos São Paulo (SP)

03 e 04fev2012 - Teatro Sesc Santo Amaro São Paulo (SP)

Circus Produções Culturais: Produção Executiva

TOM ZÉ - PÁGINAS AMARELAS

Série de shows de Tom Zé realizados no Sesc Pompeia e Sesc Santana, onde ele trazia um repertório que abordava uma série de símbolos com os quais o cidadão convive diariamente. Segundo Tom Zé, essa linguagem visual, artística e simbólica é como se fosse um alimento público. E uma identidade espacial que relaciona o homem com o seu ambiente e sua cultura em geral. “Além disso, vou apresentar sucessos que de algum modo saíram desse mesmo embornal, desse mesmo útero, como "A briga do Edifício Itália com o Hilton Hotel", "Augusta, Angélica e Consolação", "O Abacaxi de Irará" e outros “objetos” tirados da pluralidade do dia-a-dia para a singularidade da obra de arte”, disse Tom Zé na época dos espetáculos.

FICHA TÉCNICA

Tom Zé – voz e violão

Lauro Léllis  - bateria

Renato Léllis  - guitarra

Cristina Carneiro – teclado

Jarbas Mariz – percussão

Felipe Francisco Alves – baixo

Luanda – voz

08 e 09dez2011 - Sesc Pompeia São Paulo (SP)

27, 28 e 29jan2012 - Sesc Santana (SP)

Circus Produções Culturais: Produção Executiva

MARCELO JENECI E ARTHUR VEROCAI

Apresentação do show “Feito Pra Acabar”, com repertório do álbum então recém lançado de Marcelo Jeneci. O show, desta vez, no Sesc Ipiranga, contou com uma orquestra de câmara conduzida por Arthur Verocai.

FICHA TÉCNICA

Marcelo Jeneci - voz, piano, sanfona, violão de aço e rhodes

Laura Lavieri - voz

Regis Damasceno - baixo

Estevan Sinkovitz - guitarra

João Erbetta - guitarra

Richard Ribeiro - bateria

Orquestra de Câmara – Arthur Verocai (condutor)

Pessoa Produtora

16dez2012 - SESC Ipiranga, São Paulo (SP)

DUO FERRAGUTTI / KRAMER

Projeto Sonora Brasil – Os Sotaques do Fole
O acordeão tradicional, cromático, com teclado semelhante ao do piano no lado direito e botões do lado esquerdo espalhou-se pelo mundo, adaptando-se facilmente a características culturais de diversas sociedades e épocas. Também conhecido no Brasil como sanfona a piano, é um instrumento versátil que possibilita executar obras de vários gêneros e estilos. O Duo Ferragutti / Kramer é composto por dois dos principais acordeonistas da atualidade, Toninho Ferragutti, paulista de Socorro, e Alessandro "Bebê Kramer" gaúcho de Vacaria, ambos compositores e instrumentistas. Eles apresentam um panorama da obra escrita para o acordeão de 120 baixos, desde Luperce Miranda e Radamés Gnattali até a vertente contemporânea de Borges-Cunha e às suas próprias composições.

FICHA TÉCNICA

Toninho Ferragutti e Bebê Kramer – acordeons

01nov2011 - Sesc Santo André (SP)

02nov2011 - Sesc Piracicaba (SP?)

03nov2011 - Sesc São José dos Campos (SP)

04nov2011 - Sesc Campinas (SP)

Circus Produções Culturais: Produção Executiva

ZÉ, CELSO + ELZA

ZÉ & CELSO + ELZA – Canções da Antropofagia é um espetáculo musical de Zé Miguel Wisnik (cantor e compositor), Celso Sim (cantor) e a diva da canção brasileira Elza Soares, que apresenta diversas canções criadas especialmente para o Teatro Oficina, dirigido por Zé Celso Martinez Correia, nos últimos 20 anos. O repertório se baseia em músicas do próprio Zé Miguel Wisnik em parcerias diversas com Oswald de Andrade, Eurípedes, Arthur Rimbaud, Paul Verlaine e Zé Celso Martinez Correa, criadas para “As boas” de Jean Genet, “Ham-let” de William Shakespeare, “Mistérios gozosos”, de Oswald de Andrade, e "Bacantes" de Eurípedes, além de "Assum Branco" e "Mortal Loucura" (sobre poema de Gregório de Matos), criadas para o Grupo Corpo.

FICHA TÉCNICA

Elza Soares – voz

Zé Miguel Wisnik – voz e piano

Celso Sim – voz

Sergio Reze e Guilherme Kastrup  - percussões e programação rítmica

Márcio Arantes – violões, guitarra e baixo

Swami Júnior – violões e baixo

06jun2011 - FLIP – Festa Literária de Paraty (RJ)

27 e 28out2011 - Sesc Pompeia São Paulo (SP)

Circus Produções Culturais – Produção Executiva

TRUVINCA E GRUPO

Projeto Sonora Brasil – Os Sotaques do Fole
A sanfona de oito baixos é um dos instrumentos mais identificados com a cultura nordestina, onde também é conhecida, entre outros nomes, como pé-de-bode. O instrumento está diretamente relacionado à tradição oral e sua afinação, conhecida como afinação transportada, teve sua forma original diatônica modificada ao longo do tempo a partir da ação dos próprios músicos, que buscavam ampliar suas possibilidades melódicas. Heleno Pereira dos Santos, o Truvinca, é um desses grandes mestres que compreende a importância da preservação e difusão do repertório tradicional tão representativo do desenvolvimento da música nordestina, mas é ainda pouco conhecido. Com sua técnica apurada e domínio pleno do repertório, empenha-se em manter um estilo interpretativo, fiel às formas originais. Ele apresenta no Sonora Brasil acompanhado de Alex da Zabumba e Otacílio do Triângulo, uma formação tipicamente nordestina.

FICHA TÉCNICA

Truvinca – Sanfona de oito baixos

Alex – Zabumba

Otacílio – Triângulo

30ago2011 - Sesc Santo André, SP

31ago2011 - Sesc Piracicaba, SP

01set2011 - Sesc São José dos Campos, SP

02set2011 - Sesc Campinas, SP

Circus Produções Culturais: Produção Executiva

BERÇO DO SAMBA DE SÃO MATHEUS

Apresentação do Berço do Samba de São Matheus dentro da programação a atrações musicais da 44ª. SUM (Semana Universitária Mocoquense). O BSSM é um reduto de compositores e músicos que encontram no samba sua forma de expressão musical,revelando ao grande público o encontro de gerações que resgatam e cultivam o samba em suas diversas formas e tradições. O samba urbano paulista pede passagem para esse grupo de cerca de 13 músicos que participam do show entre cantores, componentes do coro, percussionistas, violeiros e outros artistas. O repertório do show é baseado nas rodas de samba em quintais como o da 'Tia Cida' e do 'Boteco do Tim Maia', na Zona Leste paulistana. Vários estilos de samba estão registrados no álbum, como o partido-alto, o samba-canção ou o samba de terreiro.

FICHA TÉCNICA

Victor Hugo Bezerra Pessoa – Surdo

Yvison José Bezerra Pessoa – Repique

Douglas da Conceição – Tan Tan

Gerson Martins Dias – Percussão

Jorge Bernardino da Cruz – Percussão

Fernando Blasques Clemente – Pandeiro

Anderson Silveira Candido – Pandeiro

Marcelo Ercilio Carlos – Banjo

Sandoval Luzias - Cavaco

Leandro Luis de Matos - Violão 6

Everson Bezerra Pessoa - Violão 7

Altair Donizete de Oliveira - Voz

Maria da Graça Braga – Voz

24jul2011 – Coreto da Praça Matriz de Mococa (SP)

Circus Produções Culturais – Produção Executiva

GILBERTO MONTEIRO E GRUPO

Projeto Sonora Brasil – Os Sotaques do Fole

Conhecida no sul do Brasil como gaita-ponto, gaita de duas conversas ou acordeona de oito baixos, funciona pelo sistema chamado de "voz trocada", onde cada botão gera dois sons distintos dependendo da direção do movimento do fole, o que a diferencia do acordeão de teclado, em que cada tecla ou botão corresponde a uma única nota, independentemente do movimento do fole. Diferentemente do instrumento utilizado no nordeste do país, a gaita sulista de oito baixos e duas carreiras é eminentemente diatônica, influenciando a música tradicional gaúcha.

FICHA TÉCNICA

Gilberto Monteiro – acordeão

Eduardo Cantero – violão

Fernando Gorrie – percussão

08jul2011 - Sesc Santo André, SP

09jul2011 Sesc Piracicaba, SP

10jul2011 Sesc São José dos Campos, SP

11jul2011 - Sesc Campinas SP

Circus Produções Culturais: Produção Executiva

ORQUESTRA CONTEMPORÂNEA DE OLINDA

Destaque no cenário nacional da música como um dos grupos pernambucanos que mais circulou pelo país e mais formou público no último ano, a Orquestra Contemporânea de Olinda já é dona de uma trajetória marcante na história da música de Pernambuco e também Mundial. Por aqui se apresentou no Circuito Sesc Cultural em 15 apresentações em Junho e na Virada Cultural no Sesc Consolação no mês de Maio. A Orquestra Contemporânea de Olinda é o símbolo da intensidade e inventividade que o Brasil e o Mundo aprenderam a admirar na música pernambucana. Idealizada pelo Gilú (percussionista) a Orquestra é a reunião de alguns dos melhores músicos pernambucanos, com trabalhos conhecidos em todo o Mundo, que não se contentam com a formação tradicional de uma banda, com baixo, guitarra e bateria. A partir daí veio à idéia de chamar os músicos da Orquestra de frevo Henrique Dias com mais de 50 anos de existência.

FICHA TÉCNICA

Gilú – percussão

Hugo Gila – baixo e teclado

Tiné – voz

Maciel Salú – rabecca e voz

Rapha B – bateria

Juliano Holanda - guitarra, baixo, violão, violão de sete cordas, viola, viola de 10 cordas, viola de cocho, bandolim e baixolão

Maestro Ivan do Espírito Santo – flauta, sax alto, barítono e tenor

José Roque – trompete ?Ibraim

Genuíno – trombone

Alex Santana - tuba

Abril e Junho de 2011

Produção Executiva - Circus Produções Culturais

CEARÁBIA

Cearábia é um espetáculo de musica e dança em 10 atos que passeia por algumas das raízes da miscigenação religiosa, étnica e cultural existente no Nordeste, onde  podemos  perceber  traços da cultura judaica, islâmica, cigana e indígena. Esse trabalho musical nasceu do encontro de dois cearenses: Lenna, que viveu e trabalhou 10 anos na Espanha, Norte da África e Oriente Médio, trazendo consigo uma bagagem musical e estética peculiares; e Kalil, engenheiro de som, produtor cosmopolita e pop . Formam um parceria  que mescla a magia da Espanha, Oriente com o swing brasileiro e a sonoridade do nosso sertão, com uma linguagem inovadora, criativa. Os personagens femininos são representados através da dança num leque de possibilidades que nos permite uma  visão de quão rica é a miscigenação do povo brasileiro.

FICHA TÉCNICA

Criação e Direção Musical – Yury Kalil | Criação, Roteiro e Direção Geral - Lenna Beauty | Coreógrafa, Bailarina e Oficineira - Lenna Beauty | Músicos - Regis Damasceno, Yury Kalil, Fernando Catatau, Marcelo Jeneci | Participação especial – Thomas Rohrer | Coordenação - Talita Miranda | Produtor Executivo - Guto Ruocco | Concepção de iluminação – Alessandra Domingues | Cenografia – Carla Sarmento | Criação e Projeção de vídeo - Fernando Stutz e Oscar Christofani Segovia | Projeto Gráfico - Oscar Christofani Segovia | Técnica de Som – Florência | Assistente de Cenografia – Caroline Pereira | Produtora: Yara Howe

01, 02 e 03abr2011 – Sesc Belenzinho (SP)

Circus Produções Culturais: Produção Executiva

QUARTETO GYN CAMARA

O quarteto Gyn Camara foi formado especialmente para esta edição do projeto Sonora Brasil do Sesc. O repertório da apresentação é formado por peças dos compositores Guerra-Peixe e Cláudio Santoro. As peças serão duetos, solos e obras para canto. “O púbico ouvirá peças de dois compositores de vertentes diferentes. Além da música popular com elementos coordenados de Guerra-Peixe, a música dodecafônica de Cláudio Santoro também deve impressionar com a sua sonoridade fora do convencional”, explica o violonista, Eduardo Meirinhos.?Outras músicas conhecidas do programa ficam por conta de Dueto Característico para Flauta e Violão, de Guerra-Peixe, e Acalanto da Rosa, uma composição para violão e canto, de Cláudio Santoro.

FICHA TÉCNICA

Eduardo Meirinhos - violonista

Ângela Barra – voz

Sidnei Maia - flauta

Pilly Geier -  violista e violinista

09dez2010 - Sesc Santo André

10dez2010 - Sesc Piracicaba

11dez2010 - Sesc São José dos Campos

12dez2010 - Sesc Campinas

Circus Produções Culturais: Produção Executiva

QUARTETO DE BRASÍLIA

Projeto Sonora Brasil - “Música Brasileira do Século 20 -A obra de Cláudio Santoro e Guerra-Peixe”

O Quarteto de Brasília, um dos grupos mais famosos da música erudita brasileira, dará continuidade ao projeto “Sonora Brasil”, do Serviço Social do Comércio (Sesc), com o tema “Música Brasileira do Século 20 - A obra de Cláudio Santoro e Guerra-Peixe” nesta sexta-feira, dia 30, às 18h, no Centro Cultural Palácio da Justiça.
O grupo brasiliense tem 24 anos de carreira. A apresentação será composta por clássicos de Cláudio Santoro (1914-1993) e Guerra-Peixe (1914-1993). Entre as obras executadas estão Quarteto de Cordas nº 7 Duo, de Santoro, e Quarteto de Cordas nº 2 e Pequeno duo para violino e violoncelo, de Guerra-Peixe.

FICHA TÉCNICA

Ludmila Vinecka - 1° violino

Cláudio Cohen - 2° violino

Guerra Vicente - violoncelo

Glêsse Collet - viola

23set2010 - Sesc Santo André

24set2010 - Sesc Piracicaba

25set2010 - Sesc São José dos Campos

26set2010 Sesc Campinas

Circus Produções Culturais: Produção executiva

ODE AO HOMEM QUE SE AJOELHA

Grupo Balladeers Broken Hearted, EUA

The Balladeers Broken Hearted (os compositores de balada de coração quebrado) procuram consolo no escritor, compositor e diretor Richard Maxwell, em seu trabalho "Ode ao homem que se ajoelha", que estreou no Festival Internacional Bollwerk Belluard em Fribourg, na Suíça, em Junho de 2007 e teve uma temporada de cinco semanas esgotado no Garage, em Nova York em novembro e dezembro de 2007. O musical anti-estilo de Maxwell é sobre a violenta busca do amor, em uma cidade chamada Grid onde os "balladeers" competem pelo afeto de mulheres bonitas. Maxwell, muitas vezes, faz referências aos musicais sem, no entanto, seguir as convenções da pureza musical da Broadway.

FICHA TÉCNICA

Grupo: Balladeers Broken Hearted, EUA

Direção: Richard Maxwell

01jul2010 - Festival de Teatro Internacional de São José do Rio Preto, SP

Produção Executiva: Circus Produções Culturais

PRA QUE CHORAR

No sábado, dia 5 de junho, às 21h, Celso Sim e Arthur Nestrovski lançaram o CD "Pra Que Chorar" no Teatro do SESC Pompeia. No show, apresentam o repertório do CD Pra Que Chorar, na íntegra, acrescido de algumas canções de Chico Buarque, do álbum recém-lançado Chico Violão (Biscoito Fino), de Arthur Nestrovski. O repertório reunia canções de Caymmi, Cartola, Ismael Silva e Lupicínio Rodrigues, e alguns Lieder dos compositores do século XIX, Robert Schumann e Franz Schubert, em versões brasileiras de Arthur Nestrovski. Inclui também O Amor, de Vladímir Maiakósvski musicado por Caetano Veloso, parcerias de Arthur Nestrovski com Zé Miguel Wisnik e com Cacá Machado, e outras canções inéditas de Nestrovski. 

FICHA TÉCNICA

Celso Sim - voz

Violão - Arthur Nestrovski

Arranjos - Arthur Nestrovski

Desenho de Luz - Alessandra Domingues

Desenho de Som - Ivan Garro

Direção Geral - Celso Sim

Direção de Produção - Selo SP Sem Paredes

05jun2010 – Sesc Pompeia

25set2010 – Sesc Ipiranga

Circus Produções Culturais: Produção Executiva

ÓPERA DAS PEDRAS - O ESPETÁCULO DA TERRA

Numa iniciativa do SESC São Paulo, o espetáculo “Ópera das Pedras – o Espetáculo da Terra” permaneceu em cartaz de 22 de Abril à 15 de Maio, sempre às sextas e sábados, no SESC Ipiranga. Criação de Denise Milan, que também assina o libreto e a cenografia, além da co-direção, ao lado de Lee Breuer. A montagem primava pelo ineditismo, já que nunca antes o imaginário da pedra havia sido tratado com tamanha expressão, mostrando a Terra como sujeito da própria vida, deixando de ser objeto. Não por acaso, a estreia aconteceu justamente no dia 22 de abril, que é o Dia Internacional da Terra e do Descobrimento do Brasil, e num momento em que o planeta se vê diante de tantas situações graves e alarmantes.

FICHA TÉCNICA

Concepção, Direção e Libreto - Denise Milan | Co-direção artística - Lee Breuer | Consultoria artística - Lúcia Camargo | Assistente de direção - Luis Ludmer | Elenco - Wellington Nogueira (Corifeu) e Badi Assad (Agrégora) | Compositores - Clarice Assad, Badi Assad, Carlinhos Antunes, André Mehmari, Marco Antônio Guimarães e Naná Vasconcelos | Coordenação musical - Tiago Pinheiro | Concepção Sonora - Ernani Napolitano | Cenografia - Denise Milan | Dezenho de Luz - Fábio Retti | Iluminador Assistente - Claudio Gutierrez | Figurinos - Glória Coelho e Denise Milan | Adereços de esculturas - Denise Milan Silvana Marcondes | Coordenação de Teatro de Sombras - Silvana Marcondes | Cenografia - Denise Milan | Produção Executivo de Cenografia - José Silveira | Assistentes de Dramaturgia - Renata Huber e Bete Dorgan | Assistente da Administração - M. Vinicius Furtado | Produção - Circus Produções Culturais | Equipe de Produção - Cléo Regina Miranda, Consuelo Montero e Sandra Lacerda | Diretor de Produção - Guto Ruocco

De 22abr a 15mai2010 - Teatro do Sesc Ipiranga, São Paulo (SP)

NAS PALAVRAS DAS CANÇÕES

Nem exatamente show, nem propriamente aula, mas uma mistura original das duas coisas, reunindo os talentos musicais, literários e acadêmicos do compositor, cantor e pianista Zé Miguel Wisnik – reconhecido como um dos nomes de ponta da música brasileira – e do compositor, violonista, critico e escritor Arthur Nestrovski. O espetaculo traz uma seleção de canções, de Wisnik e outros autores (incluindo o próprio Nestrovski), entre meadas de conversas sobre vários assuntos. Da formação do cancioneiro brasileiro ao artesanato de letra e música, das potências transformadas da Bossa-nova e do Tropicalismo ao debate sobre a “morte da canção”, Wisnik e Nestrovski cantam e contam a nossa música, situada por eles no contexto da cultura brasileira hoje.

FICHA TÉCNICA

Arthur Nestrovski - voz e violão

Zé Miguel Wisnik – voz e piano

22ago2009 - Pirassununga – Teatro Municipal Cacilda Becker

28ago2009 - Matão – Anfiteatro Adriana Mazzi?

29ago2009 - Catanduva – Teatro Municipal Aniz Pachá

05set2009 - Americana – Teatro Municipal Lulu Benecasa

Circus Produções Culturais: Produção Executiva

VIAGEM DE VERÃO

Arthur Nestrovski, Jussara Silveira e André Mehmari

O projeto "Viagem de Verão", formado por Jussara Silveira, André Mehmari (piano) e Arthur Nestrovski (violão), apresenta versões de composições de Schubert (1797-1828) e Schumann (1810-56), recriadas como peças brasileiras executadas por esse novo triângulo virtuoso. A união das sublimes melodias austríacas ou alemãs com as letras brasileiras de Nestrovski faz-nos pensar que Schubert poderia ter escolhido melhor seus parceiros, mesmo quando o "letrista" era Goethe, por exemplo. Nossos três artistas alinhavam os lieder, já devidamente abrasileirados nas letras, às composições de grandes nomes nacionais (Caetano, Caymmi etc.), inteirando um repertório que consegue dizer muitas coisas ao mesmo tempo: como a canção é antiga! Como a canção está viva! Como a canção ainda promete!

FICHA TÉCNICA

Arthur Nestrovski – voz e violão

Jussara Silveira – voz

André Mehmari – piano e acordeão

03mai2009 – Centro Cultural São Paulo (SP)

Circus Produções Culturais: Produção Executiva

BEBEL GILBERTO

Após percorrer o mundo com o show 'Momento', com passagem pelo Brasil EM 2007, Bebel Gilberto retornou a São Paulo para algumas apresentações. 'Momento' é também o CD homônimo de Bebel Gilberto, lançado no início de 2007 nos Estados Unidos e Europa. No Brasil, a Sony BMG distribuiu o disco, apontado pela crítica como o trabalho mais maduro da carreira da cantora.

FICHA TÉCNICA

Thomas Bartlett (piano e teclados)

Masahara Shimizu (guitarra, violão e baixo)

Pedro Gomez (guitarra e violão)

Magrus Borges (percussão)

nov2008 - Sesc Pinheiros e Pompeia, São Paulo, SP e Sesc Campinas, SP

Produção Executiva: Circus Produções

CIA CABELO DE MARIA - CANTOS DE TRABALHO

Show no Sesc Santana de um dos lançamentos do Selo SESCSP, o CD Cantos de Trabalho, resultado do trabalho de pesquisa desenvolvido por Renata Mattar, cantora e pesquisadora da Cia. Cabelo de Maria. O disco reúne 20 cantos de trabalho –  mutirões de roça, mulheres cantando para descascar mandioca, para pilar o milho, fiar algodão, colher arroz, bater e peneirar o feijão, quebrar o coco, destalar a folha de fumo, comemorar a colheita –, recolhidos nos estados da Bahia, Alagoas, Sergipe e Minas Gerais.

FICHA TÉCNICA

Cia. Cabelo de Maria – Cantos de Trabalho – São Paulo (SP)
Renata Mattar – voz, percussão e sanfona
Lucilene Silva – voz e percussão
Gustavo Finkler – violão e viola caipira
Felipe Dias – violino e rabeca
Clara Bastos – contrabaixo
Pixu Flores – percussão
11dez2008 – Sesc São José dos Campos
15 e 16jan2009 – Sesc Santana

Circus Produções Culturais: Produção executiva